domingo, 14 de novembro de 2010

primum non nocere






...ou seja, primeiro, não fazer mal. É o 1º juramento de Hipócrates. Esta senhora parece que é pediatra. Eu se fosse criança ou mãe de criança doente dela tinha medo.
"em rigor, não há exames de rotina", a charada de Lei de Murphy volta a atacar (depois de um mau ministro da saúde, vem outro ainda pior - Sempre).
Assim, não só se foi destruindo o SNS e os Hospitais públicos, SA, EPE ou lá o que sejam, como se aniquilaram de vez os cuidados de saúde primários.
A rotina devia consistir nos exames de rotina, pedidos pelos MGFs, antes de se detectar algo tarde demais -foi assim que me ensinaram. Assim, abrem-se as torneiras a um desperdício tardio e inglório, que torna utentes em doentes crónicos ou em cadáveres como o sistema de Saúde.
Não são as "recomendações internacionais", mas o senso comum que nos devia reger. Infelizmente há sempre uma lista de espera longe demais, quando as pessoas minimamente "razoáveis" têm medo de abrir a boca e só restam, infelizmente, os tristes que lá estão (no poleiro).